Make your own free website on Tripod.com
Teatralizando
Textos de pecas | O teatro (sua historia) | O teatro para nos | O que e o teatro? | Teatro da crueldade e teatro do absurdo | O teatro moderno e o teatro no Brasil | A aventura do teatro | Links | Fale com a gente | O teatro hoje

Home









A aventura do teatro

A aventura do teatro (Livro de Maria Clara Machado)
Sempre admirei Maria Clara Machado, por tudo o que ela foi, tudo o que ela e e tudo o que ela sempre representara no universo teatral. Deixo aqui, o texto de um livro que traduz numa linguagem super simples e divertida as aventuras e desventuras do teatro. Tudo o que ele faz por nos e tudo o que precisamos fazer em troca, para que ele de certo!

luquete.gif

Maria Clara Machado . A aventura do teatro

A historia
Outro dia, me perguntaram: - De onde e que voce tira todas essas historias que escreve? Respondi: - Tiro da minha cabeca. Entao e so tirar a ideia da cabeca e pronto?
- Pronto nada, disse eu, ai e que a coisa comeca a ficar dificil. Primeiro, a gente tem que aprender a escrever bem o portugues. Depois temos que botar a ideia nas frases. Estas tem que ser entendidas por todo o mundo.
- Entao, todo o mundo que tem ideias pode escrever historias?
- Bem, disse, poder ate podem, mas e preciso que tenham outras coisas, alem disso, por exemplo, e preciso saber botar a historia no jeito ou estilo (cada escritor temo seu) que outros gostem e compreendam. Em seguida, e preciso transformar a ideia em historia, escrita ou representada.
- E isto e dificil?
- E trabalhoso, a gente tem que suar um pouco. Um escritor famoso americano disse uma vez que, para escrever era preciso 100 por cento de talento e 100 por cento de suor. Ele quis dizer com isso que nao era so o talento, quer dizer, a ideia na cabeca que fazia um bom escritor, mas que tambem era preciso uma dose muito grande de esforco.
Como voces veem, tudo o que e bom para se realizar exige muito trabalho e dedicacao, ate mesmo botar no papel uma boa ideia.
A peca de teatro
As historias passadas no teatro sao chamadas pecas de teatro e o lugar onde se passam essas historias chama-se palco. Para haver teatro e preciso uma historia, alguns atores para representar e um palco. O palco pode ser daqueles que se veem comumente nos teatros, com cortina e cenarios e pode ser tambem qualquer lugar onde se haja espaco para representar. Uma sala grande ou um tablado armado no meio de um terreno, tudo isso pode servir para representar uma peca.
"Como e que se comeca a fazer uma peca de teatro?"
Depois que ela foi escrita pelo dramaturgo (escritor de pecas de teatro) o diretor da peca reune os atores para distribuir os papeis. Entao ele escolhe os atores e atrizes que vao representar a peca. Ai comeca um trabalho muito dificil. E o estudo da historia pelo diretor e pelos atores para se entender o que a historia quer contar. Todos se sentam ao redor de uma mesa, cada um com um texto na mao e comecam a ler seus papeis enquanto o diretor vai descobrindo a significacao de tudo.
"E ele sabe a significacao de tudo?"
Bem, ele tem mais experiencia que os atores e procura, ouvindo a historia, porque um personagem faz isso ou aquilo. So depois de descobrir essas coisas, e que os atores comecam a se movimentar. Depois de estudar o texto, entao eles vao para o palco.
A marcacao
Os atores acabam de estudar o texto e agora vao decora-lo para que ele se transforme em teatro, a peca falada e representada no palco.
Chagou a hora da marcacao.
Mas ainda falta muita coisa. Teatro e uma arte que necessita de muito esforco, muita dedicacao e muito trabalho.
"Entao por que fazer teatro?"
Porque e bom e porque eu gosto. Se voce gosta da sua profissao, as coisas dificeis ficam muito mais faceis de se fazer. Mas vamos voltar ao teatro. Marcar a peca quer dizer botar os atores andando pela cena. As vezes voces vao a um teatro e pensam que cada ator anda por onde quer. Tudo parece muito natural e facil. No entanto, para parecer muito natural o andar de cada um e sua colocacao na cena, o diretor e os atores tiveram que suar muito. Tiveram que ensaiar durante meses.
Primeiro, ainda com o papel na mao, porque o texto nao esta bem decorado, os atores comecam a descobrir os lugares por onde terao que se movimentar e o diretor vai dando as sugestoes de acordo com a historia. O diretor procura a melhor maneira de mostrar ao publico o que os personagens estao sentindo. -Os atores precisam fingir sentir as mesmas emocoes que os personagens.-
"Por que fingir?"
Porque teatro e uma especie de fingimento. Os atores estao fingindo que sao pessoas diferentes deles mesmos. Complicado, hem?
Bem, o diretor tem que marcar cada passo dos atores e ainda tem que marcar um tempo de espera entre as frases. Tudo isso escrito parece complicado, mas e so para voces terem uma ideia de como se monta uma peca de teatro.
O ator
A coisa mais importante do teatro e o ator. O escritor de teatro tem uma ideia na cabeca. Ele escreve uma peca. Esta peca tem que ser contada no palco, pois e so no palco que a historia de teatro pode viver. O compositor que escreve uma musica precisa de um instrumento para poder comunica-la. Pode usar varios instrumentos e um interprete. No teatro, o interprete e o instrumento sao a mesma coisa: o ator.
Como o instrumento do musico tem que ser afinado para comunicar o melhor possivel a melodia do compositor, tambem o instrumento do teatro, o ator, tem que ser afinado para melhor comunicar o que o dramaturgo quer dizer para o publico, ou melhor, para o mundo. Quanto melhor for o ator, mais claramente a ideia do escritor e compreendida. Entao o ator e aquele que vive no palco as ideias de um autor.
Vejam como as coisas estao ficando mais dificeis. Nao basta ter um corpo que sabe andar e falar para ser um ator. E preciso tambem usar esse corpo e essa voz. Muita gente pensa que basta decorar um papel de uma peca, subir num palco e despejar as palavras em cima do publico para se fazer teatro.
Isto e uma pena, porque a pessoa fica muito infeliz quando vai ao teatro para se emocionar, para sentir alegria e tristeza, para ver e sentir a vida para conhecer as ideias de um autor e encontra atores que parecem papagaios em cena e as vezes papagaios que nao sabem nem falar e se movimentar.
E tao importante o papel de um ator no teatro que para bem forma-lo existem escolas e academias espalhadas pelo mundo todo.
A producao de um espetaculo
O que e a producao em teatro?
Depois que a peca foi ensaiada, marcada, estudada, vamos tratar do espetaculo.
Vamos tratar de preparar a peca para ser mostrada ao publico.
Os espetaculos profissionais tem para dirigi-lo um diretor e para mostra-lo ao publico, um produtor. O produtor profissional e uma especie de diretor de empresa. Ele cuida de contratar os atores, diretores, iluminadores, cenografos, figurinistas, maquinistas, musicos, coreografos, porteiros, bilheteiros, etc. etc.
Como veem, um espetaculo profissional requer muita capacidade para ser feito sem prejuizo, pois um produtor precisa de muito dinheiro pra pagar toda essa gente. Ai o jogo do teatro deixa de ser uma simples brincadeira para se transformar num empreendimento bem mais complicado. Mas aqui nao estamos tratando de espetaculos profissionais, mas sim de espetaculos amadores, que serve para despertar naqueles que participam a vontade de fazer teatro profissional, ou se divertir e aprender. No espetaculo amador, geralmente o proprio diretor e o produtor da peca. Vamos entao comecar a enumerar o que o diretor tem que cuidar depois que a peca foi ensaiada. Quais sao as principais atribuicoes do diretor-produtor?
1 Colocar a peca no ambiente pedido pelo autor o palco e o cenario.
2 Vestir a peca.
3 Musicar a peca.
4 Iluminar a peca.
5 Vender a peca ou apenas transmiti-la ao publico: estrear.
E preciso dizer ainda que mesmo um espetaculo amador requer algum dinheiro. A nao ser que o espetaculo que vamos fazer nao passe realmente de uma improvisacao, onde os cenarios, a luz, as roupas sejam apenas improvisados, com cortinas velhas, roupas emprestadas e armadas com velhos panos, sacos, papel pintado, etc. esta e, alias a melhor maneira de se desenvolver a imaginacao. A falta de dinheiro e uma grande professora de imaginacao. Saber aproveitar o material disponivel e uma arte que todo futuro homem de teatro deve aprender.
E bom ter um bau cheio de roupas velhas, chapeus, bengalas, mascaras, cortinas, enfim, tudo o que possa servir e ser transformado e ser usado num jogo dramatico. Neste caso, o produtor-diretor deve saber escolher com os atores o material a ser usado. Se o grupo precisa de algum dinheiro, e isso e quase sempre indispensavel, o melhor e fazer uma coleta entre todos e com o resultado fazer uma caixinha de teatro. As vezes, mesmo transformando coisas velhas em material de cena, e necessario comprar tintas, prego, compensado, alguma fazenda, linha, agulha, etc. Muitos grupos de teatro que iniciam costumam pedir emprestado cenarios, figurino, refletores. Se conseguirem esta muito bem. Mas e muito melhor construir tudo o que for relacionado com a peca. O fato dos proprios atores fabricarem seu material, torna o empreendimento muito mais fascinante e instrutivo, sem falar no desenvolvimento da imaginacao e no aprendizado tecnico.
O palco o cenario
Como disse no inicio, o palco e qualquer lugar onde haja espaco para se representar, uma sala grande, um tablado armado no meio de um teatro, um circo ou um teatro; o importante e, pois, o espaco, que podemos chamar de espaco cenico.
O elemento principal de uma representacao teatral e o ator, dai terem importancia menor os cenarios, os figurinos, a musica, etc. Uma peca pode ser representada sem nenhum cenario, numa sala, num jardim, numa arena, num caminhao, portanto, o cenario nao e o elemento indispensavel. Ha uns tempos atras, as pessoas de teatro pensavam que era indispensavel fazer cenarios que copiassem direitinho os lugares onde se passavam as historias de teatro, entao as cenas tinham que representar ora um palacio, ora uma floresta, ora uma sala, ora um quarto, Esses cenarios que copiavam direitinho os ambientes reais, sao chamados de cenarios realistas, e as vezes eles eram pintados em grandes teloes que caiam do urdimento do teatro. Hoje em dia as pessoas de teatro acreditam mais na imaginacao do espectador e os cenarios muitas vezes sao feitos apenas por alguns elementos que sao postos na cena somente para sugerir onde a peca e vivida. Por exemplo: se voce quer mostrar que a peca se passa numa praca, voce pode botar na cena apenas uma arvore e um banco, deixando que o espectador imagine o resto. Isto torna a producao do espetaculo muito mais barata, dando tambem ao criador do cenario oportunidade para desenvolver sua criatividade. Os japoneses sao mestres nessa maneira de criar um cenario. Se tinham que criar um rio, bastava um cartaz levado a cena com a palavra "rio" escrita para sugerir o ambiente da cena a ser representada. A funcao do cenografo nao e copiar a natureza, mas mostrar no palco de uma maneira propria de ver a natureza e a vida. E um otimo exercicio para a imaginacao inventar cenarios. Com folhas de jornal coladas em algodaozinho, caixotes, caixas de papelao, alguns pregos e tinta o futuro cenografo pode criar, com um pouco de imaginacao e trabalho, qualquer cenario.
Os figurinos
Uma das dificuldades maiores que encontra aquele que quer vestir uma peca de teatro e o desconhecimento dos trajes da epoca. Por exemplo, se vamos fazer uma comedia de Martins Pena, que viveu no fim do seculo XIX, os personagens devem ter roupas da epoca. Para descobrirmos o feitio dessas roupas, temos que aprender a pesquisar. Existem muitos livros sobre figurinos de epoca e amaneira de faze-los. Portanto, o novo figurinista tera de aprender a procurar nos livros a maneira como se vestiam os seus personagens. So depois de conhecer os habitos, o gosto e a maneira de se vestir de cada epoca e que o figurinista podera partir para uma criacao propria. Ai entao ele pode inventar, transformar, misturar, criticar como quiser.e nesse momento que as pessoas que querem fazer teatro devem estudar um pouco da historia do teatro e da historia da civilizacao, para terem uma base de onde partirao para sua propria invencao. O material usado para a confeccao dos trajes de teatro podem ser o mais simples possivel. Algodaozinho, sacos de aniagem tingidos de todas as cores, cortinas velhas, tudo pode servir para a cena. E mais uma vez e a imaginacao do figurinista que vai dar vida a todo esse material.
A iluminacao
Os cenarios, os figurinos, a iluminacao e a musica sao elementos que ajudam o diretor a criar o clima da peca. Se o ator pode sozinho num palco nu criar uma peca somente atraves do seu corpo e da sua sensibilidade, esses elementos ajudam enormemente o diretor do espetaculo a criar este clima. O espetaculo de teatro e iluminado por meio de refletores e de lampadas colocadas em varetas. Refletores sao aparelhos muito caros, mas podem ser construidos alguns substitutos de refletores por meio de latas onde sao colocadas lampadas. Para se criar um clima na peca e bom que de vez em quando a luz tenha uma tonalidade diferente.
Primeiro vamos explicar o que e clima. A gente nao fala de clima frio, clima quente para designar as diferencas de climas numa cidade? Pois bem, existe um clima emocional, isto e, uma sensacao dada pelo ambiente. Existe pois um clima de terror, um clima de alegria, de guerra, de aflicao, etc. Para criar esses climas psicologicos, o diretor usa a luz. Nao se costuma dizer que uma luz de fogueira da uma sensacao de conforto, de paz e bem-estar? O vermelho de uma lampada nao da a sensacao de misterio, de qualquer coisa proibida ou de luta? Assim o verde pode dar tambem o misterio; o azul, a noite e o romantismo; o rosa, a alegria, a beleza, etc. O diretor ao iluminar a cena, procura transmitir ao publico varias sensacoes diferentes. Para se dar cores a uma iluminacao, usa-se a gelatina colorida ou o papel celofane, que e mais barato e mais facil de encontrar. A maneira mais correta de se iluminar uma cena e cruzando o foco de luz (com um refletor de cada lado do foco). Outra coisa importante na iluminacao e a resistencia. Resistencia e um mecanismo que faz com que a luz aumente e diminua na cena. Existem resistencias eletronicas muito complicadas e caras, mas existe tambem uma resistencia que pode ser feita com um recipiente de barro, sal e fios, muito facil e acessivel. Qualquer bom eletricista pode ensinar ao novo iluminador a maneira de se fabricar uma resistencia de sal.
A sonoplastia e a musica
As vezes o diretor da peca sente necessidade de usar musica ou sonoplastia na producao de um espetaculo. O autor ao escrever a peca, muitas vezes indica a necessidade de um fundo musical ou de efeitos de som. Quando o grupo dispoe de um compositor o ideal sera faze-lo compor uma musica especial para a peca. Mas nem sempre isso acontece. Entao o melhor e mais barato e usar musica composta. Saber usar a musica tambem e uma arte. E preciso nao deixar que a musica se torne mais importante que o texto. Todos os elementos usados num espetaculo de texto devem servir a este texto, senao, a ideia do autor nao passa para o publico. A sonoplastia e muito usada nos espetaculos de teatro. O que e sonoplastia?
Sonoplastia e um conjunto de sons, musicais ou nao usados num espetaculo. Por exemplo, para se tornar mais forte o efeito de um soco ouve-se ao mesmo tempo em que a acao se desenrola na cena uma forte batida de tambor. Um apito de trem partindo, uma buzina de carro, um latido de cao ou sons de diferentes sonoridades para traduzir um estado de alma ou clima. A sonoplastia ideal para voce, que esta comecando a curtir e aquela feita durante o espetaculo, com tambor, prato, caixinha ou qualquer coisa que faca som e possa criar um clima.
Vender a peca
Parece estranho falar em vender a peca para aqueles que querem apenas fazer teatro para se divertir ou como uma atividade artistica. Mesmo para um grupo amador, qualquer espetaculo de teatro, por mais simples que seja, exige algumas despesas. Por isso, nao e nada mal que os que comecam a fazer teatro saibam vender seu espetaculo. Assim, o futuro ator ou diretor ja podera ir sentindo as dificuldades e os prazeres que fazer teatro pode dar. Um espetaculo pode ser muito pobre e ser muito melhor do que qualquer producao milionaria. A pobreza desenvolve a imaginacao e faz com que os diretores inventem mais, transformando cortinas velhas em cenarios, sacos tingidos em trajes, latas, pedacos de metal em sons, o importante e inventar.
A peca
Uma das coisas mais dificeis para os novos grupos de teatro e encontrar um texto facil para ser encenado. O melhor e inventar um texto. Inventar e escrever um texto para o proprio grupo pode descobrir muitos talentos para o teatro. Muita coisa boa pode tambem ser adaptada e isto exige tambem do grupo um esforco de leitura.

E isso ai, gente, Maria Clara sabia das coisas e muita gente sabe das coisas por causa da Maria Clara. Um suporte legal, onde voces vao tambem encontrar pecas curtas traduzidas sao os Cadernos de teatro. Agora e com voces...