Make your own free website on Tripod.com
Teatralizando
Textos de pecas | O teatro (sua historia) | O teatro para nos | O que e o teatro? | Teatro da crueldade e teatro do absurdo | O teatro moderno e o teatro no Brasil | A aventura do teatro | Links | Fale com a gente | O teatro hoje

Home









O que e o teatro?

O que e o teatro e sua origem

O que e o teatro?
O teatro e a expressao mais antiga do espirito ludico da humanidade, e uma arte cenica especial, pois embora tome quase sempre como ponto de partida um texto literario (comedia, drama, e outros generos), exige a transformacao da literatura em espetaculo cenico e sua transformacao direta com a plateia.
Assim, por maior que seja a interdependencia entre texto dramatico e o espetaculo, o ator e a cena criam uma linguagem especifica e uma arte essencialmente distinta da criacao literaria. A arte dos atores e do diretor de cena nao sobrevive a representacao; os textos ficam.
Durante os espetaculo, o texto dramatico se realiza na metamorfose do ator em personagem. A literatura dramatica nao e um genero, como outros, da literatura geral, pela indispensavel presenca e cooperacao do publico. Assim, o teatro e principalmente fenomeno social e, como tal, sujeito as leis e dialetica historicas. Por isso, nao existe teatro em sentido absoluto, com normas permanentes, mas varios teatros, muito diferentes, de diversas epocas e nacoes quanto mais remotos, tanto menos operantes em periodos seguintes.

luquete.gif

Origem do Teatro
E comum ouvirmos dizer que o teatro comecou na Grecia, ha muitos seculos atras. No entanto, existem outros exemplos de manifestacoes teatrais anteriores aos gregos. Por exemplo, na China antiga, o budismo usava o teatro como forma de expressao religiosa. No Egito, um grande espetaculo popular contava a historia da ressurreicao de Osiris e da morte de Horus. Na India, se acredita que o teatro tenha surgido com o Brama. E nos tempos pre-helenicos, os cretenses homenageavam seus deuses em teatros, provavelmente construidos no seculo dezenove antes de Cristo. E facil perceber atraves destes poucos exemplos, uma origem religiosa para as manifestacoes teatrais.
No entanto, podemos olhar ainda mais para tras quando lembramos que o teatro e a imitacao de uma acao e que o ato de imitar esta presente na essencia dos mais primitivos rituais que conhecemos. E atraves da imitacao que a crianca se desenvolve aprendendo a falar e a agir. Comparando este homem primitivo com uma crianca, podemos observar que ambos sao completamente ignorantes em relacao ao universo que os cerca. E muito provavelmente, este homem, ansioso por encontrar respostas para as suas perguntas, tenha comecado a construir um acervo de mitologias, religioes e rituais, numa tentativa de explicacao do mundo, dos fenomenos naturais, da vida, do nascimento, da morte.

Os mitos, a necessidade do homem de explicar e experimenter o universo, a religiao e o teatro:
Na historia do pensamento humano o mito surge como uma tentativa de explicacao, compreensao e controle do mundo. E atraves do mito que o homem primitivo tenta compreender os fenomenos da natureza, atribuindo-lhes uma origem divina. A palavra mitologia esta ligada a um conjunto de narrativas da vida, das aventuras, viagens, afetos e desafetos dos mitos, dos deuses, dos herois. Existem diversas mitologias: crista, egipcia, hindu, grega etc...
A palavra religiao, do verbo latino religare (ato de ligar) pode ser definida como o conjunto de atitudes pelos quais o homem se liga ao divino. Atraves da realizacao dos ritos/rituais o homem relembra os mitos. Por exemplo: no ritual da missa crista, uma serie de procedimentos relembram a vida, morte e ressurreicao de seu principal mito, Jesus Cristo.
O famoso antropologo Malinowski propoe que "o mito nao e uma explicacao destinada a satisfazer uma curiosidade cientifica, mas uma narrativa que faz reviver uma realidade arcaica, que satisfaz a profundas necessidades religiosas, aspiracoes morais, a pressoes e imperativos de ordem social e mesmo a exigencias praticas. Nas civilizacoes primitivas, o mito desempenha uma funcao indispensavel: ele exprime, exalta e codifica a crenca; protege e impoe os principios morais; garante a eficacia do ritual e oferece regras praticas para a orientacao do homem. O mito e um ingrediente vital da civilizacao humana; ele e uma realidade viva, a qual se recorre incessantemente; nao e, absolutamente, uma teoria abstrata ou uma fantasia artistica, mas uma verdadeira codificacao da religiao primitiva e da sabedoria popular".
A origem do teatro ocidental esta ligada aos mitos gregos arcaicos e a religiao grega. A mitologia grega e formada por numerosos deuses imortais e antropomorficos, isto e, que tem a forma e o temperamento humano; os deuses antropomorfizados amam, odeiam, perseguem, discutem, sentem ciume, sao vingativos, traem, mentem como as pessoas comuns. Existem varias geracoes e familias divinas na mitologia grega.